Severínia registra a primeira morte por dengue

Fonte:http://www.comarcaweb.com.br/

Maria Rosa de Jesus, de 43 anos, faleceu nesta manhã, 11, na Santa Casa de Misericórdia de Barretos  por complicações decorrentes de uma dengue hemorrágica. Ela estava internada desde quarta feira passada, 04.

Segunda Ana Laura, enteada  de Maria Rosa, os primeiros sintomas que fizeram ela buscar por ajuda no Pronto Socorro Municipal de Severínia foram  a aparência amarelada na pele e sangramento na gengiva. Com o diagnóstico de dengue hemorrágica ela foi encaminhada para a Santa Casa de Olímpia onde ficou internada.

“A ultima vez que estive com ela foi  no domingo. Ela já estava melhor, sem soro, porém sua pressão não baixava e ela estava muito nervosa”.

Minutos após essa conversa, Maria Rosa teve um AVC  e precisou ser transferida as pressas para Barretos, onde passou por uma cirurgia para retirada de coágulos em seu cérebro e permaneceu em coma. Ela deixa marido, três filhas, de 16,19 e 28 anos e dois filhos, um de 14 e outro de 27 anos.  

O velório acontece a partir das 15 horas no Velório Municipal e o sepultamento amanhã às 10hs.

Maria morava no Jardim Primavera II, região considerada de baixo risco pela Vigilância Epidemiológica, porém  ela trabalhava no centro, região historicamente crítica no combate a dengue.  

Segundo Guacira, coordenadora da Vigilância Epidemiológica Municipal, a casa e o bairro onde Maria morava foi nebulizado com sucesso no sábado, 07, porém o centro ainda é local de resistência por parte dos moradores quanto a aplicação de inseticida.

Outro munícipe também esteve internado na Santa casa de Olímpia devido a complicações da doença, mas acabou tendo alta hoje pela manhã.   

De janeiro até agora já foram confirmados 40 casos de dengue na vizinha cidade, mas o número pode ser maior, já que pacientes que procuram tratamento diretamente em outros municípios não são registrados.

Comentários