PSDB de Olímpia se articula para Eleições 2020 com três pré-candidatos a prefeito

A sigla tem se reunido de forma constante, conversado com correligionários e filiados; entendimento é que um dos três tucanos disputará a cadeira principal da Praça Rui Barbosa

O Partido da Social Democracia Brasileira-PSDB de Olímpia, sai na frente dos demais grupos partidários com o lançamento de três nomes a pré-candidatos às eleições do ano que vem, para o cargo majoritário. A reportagem do Planeta News apurou que a sigla já decidiu que, dos três, um será o candidato, na certeza. Os tucanos seguem determinação da legenda em nível estadual, que quer candidatos a prefeitos em todos os municípios onde for possível.

Há cerca de 15 dias atrás foi realizada a reunião oficial tucana em Olímpia, juntando filiados, correligionários e os pretensos candidatos, onde foram alinhavadas as primeiras tratativas com vistas ao futuro eleitoral do partido. “Que vamos lançar um candidato é certeza, resta apenas apurarmos, mais adiante, quem mais reúne condições de ser o nome para vencer as eleições”, disse o presidente do Diretório tucano em Olímpia, vereador Gustavo Pimenta.

Com ele, estão na disputa interna o médico ortopedista Márcio Eiti Iquegami, e o empresário Otávio Lamana Sarti, que já foi superintendente da Daemo Ambiental. Apesar da corrida interna, Pimenta garante que não há a menor possibilidade de um enfrentamento entre os três pretendentes a candidato. “Nossa união e propósito de ação é o que nos fortalece”, avaliou.

“Juntos, somos mais capazes de organizar uma frente político-eleitoral para se apresentar aos olimpienses como oposição ao que já está anunciado, mas rejeitado pela população”, disse o presidente do Diretório, referindo-se ao atual prefeito, que já anunciou sua pré-candidatura à reeleição. “Foi uma proposta que não deu certo”, complementou, referindo-se ao governo municipal.

Gustavo Pimenta finalizou afirmando que “de antemão, posso dizer que todas as forças políticas que quiserem caminhar conosco, serão muito bem-vindas”.

Comentários