Organizadores se reúnem com prefeito e protestos acabam

Três olimpienses que se fizeram representantes dos movimentos de protesto que aconteceram em Olímpia estiveram reunidos com o prefeito Geninho (DEM), em seu Gabinete, no domingo passado, e coincidentemente as manifestações cessaram logo em seguida. Na segunda-feira, 1º de junho, o encontro marcado para mais uma passeata, reuniu apenas cerca de 20 jovens, que acabaram voltando para casa.

Naquela reunião com o prefeito, Geninho (DEM) se comprometeu com dois manifestantes, pelo menos, marcar novas reuniões para discutir os problemas do município. Com ele neste encontro estavam os secretários de Governo, Paulo Marcondes, e da Saúde, Silvia Elisabeth Forti Storti. Representando o movimento estavam o arquiteto Marcos Domingos, o professor Marcozalem Gomes e o estudante Diego André Souza.

E esse encontro foi o suficiente para espargir o gás do movimento, que para o quarto ato convocado, não reuniu mais que 20 pessoas. A mudança de tom do prefeito em relação às passeatas ocorreu a partir do momento em que se começou na fazer também reivindicações locais, como a redução da tarifa do transporte coletivo público, medida já descartada pelo presidente da Prodem, Amaury Hernandes.

Um integrante do grupo disse que o coletivo entendeu que as manifestações anteriores para chamar a atenção das autoridades já haviam surtido efeito, já que o grupo teria participado de encontro com o prefeito.

 

Comentários