Obra na ETA seca continua parada

Scamatti & Seller, vencedora da licitação, abandonou a obra após ser colocada sob suspeita na ‘Operação Fratelli’

 

A empresa Scamatti & Seller, vencedora da licitação para a readequação da Estação de Tratamento de Água-ETA, no Jardim Cecap, já faz cerca de 48 dias que abandou as obras. Tudo indica que a paralisação tem a ver com a “Operação Fratelli”, que mantém preso seu principal diretor e proprietário, Olívio Scamatti. Há cerca de 30 dias atrás o prefeito havia dito que a empresa estava de novo na obra.

Mas, a reportagem do Planeta apurou que não é verdade. Na quarta-feira, 10, por volta das 15h30, não havia sequer um funcionário trabalhando ali. Somente o vigia estava lá, mas disse que não tinha informação sobre quando a obra voltaria. A expectativa do Executivo municipal era a de que a obra voltasse no fim do mês de junho, o que não aconteceu, ou começo de julho, o que também ainda não aconteceu.

“Refazer a licitação é muito oneroso”, disse o prefeito dias atrás, razão pela qual estava tentando todos os meios para a Scamatti voltar. “Mas, se não tiver jeito, vamos rescindir o contrato e fazer outra licitação”, consola-se.

A empresa teria executado 10% da obra. O prefeito acredita que até o final do ano ela esteja pronta. Cerca de 48 dias atrás havia 50 funcionários trabalhando ali. Trata-se de uma obra de cerca de R$ 12 milhões, dinheiro oriundo do Governo Federal, por meio do PAC-II.

“A obra estava prevista para acabar até julho do ano que vem, mas se atrasar mais dois meses, ficará pronta em outubro do ano que vem”, contabilizou o prefeito.

Comentários