Mais de 5,2 mil alunos voltaram às aulas

‘Até agora não tivemos problema de matrículas, a demanda está atendida, não sei depois”, diz a secretária Eliana

Na última segunda-feira, dia 2 de fevereiro, 5.224 alunos da rede municipal de Ensino voltaram às aulas. A secretária municipal de Educação, Eliana Bertoncelo Monteiro disse que toda a estrutura para receber este contingente está pronta. O planejamento foi feito até o final de 2014. O período de atribuição de aulas dos professores já terminou esta semana. Não há criança fora da creche, pelo menos por enquanto. A maioria das escolas terá período integral. Eliana Monteiro conversou com a reportagem do Planeta News esta semana. Leia, abaixo, a entrevista.

Planeta News: Já está tudo pronto para a volta às aulas, secretária?
Eliana Bertoncelo Monteiro: Nós fizemos um planejamento já no final de 2014 para que no dia 2 de fevereiro as escolas possam trabalhar normalmente. O período de atribuição de aulas dos professores já terminou esta semana. Os professores estão fazendo planejamento em suas escolas. É um período intenso de planejamento nas escolas para que na segunda-feira os alunos possam ter suas aulas normalmente.

PN: Cresceu muito o número de alunos para esse ano?

Eliana Monteiro: Nós temos mais de cinco mil alunos, nós estamos com cerca de 5.200. Então, nós tivemos crescimento. No geral não é um crescimento tão grande, nós estávamos com um pouco mais de 5 mil em 2014. Não sabemos se haverá alguma coisa assim de significativo quanto à Zona Rural. Eu acredito que não, que o número seja mantido. A creche é o nosso segmento que mais tem crescido.

PN: Quais são esses números?

Eliana: Nós temos, no Ensino Fundamental, 3.073 alunos, na pré-escola 1.085, e nas creches, 993 alunos. Totalizando 5.224 alunos.

Planeta News – Essa questão do meio período, do período integral, como que vai funcionar a partir de segunda-feira?

Eliana: Nós temos escolas que funcionam com período integral em seu maior número de salas. A escola Zenaide (Rugai Fonseca, na Cohab IV) atende um número expressivo de alunos, a escola Hélio (Casarini, na Cohab III) também, a escola Joaquim (Miguel dos Santos, no Jardim São José) oferece o período integral e o período parcial, e a escola Mauricio (César Alves Pereira, no Jardim Leonor) também é parcial e integral.

Onde não temos período integral é na Silva Melo. O Santo Seno Também oferece as duas modalidades, e a Reinaldo (Zanin, no Jardim Tropical II) também está com período só parcial.

PN: Nas creches não mudou nada? É período integral?

Eliana: Nas creches também houve mudança, a mudança deste ano foi em relação à escola Sitio do Pica Pau Amarelo (Nas Cohabs I e II), o atendimento era feito em período integral e continuará sendo. Já os ingressantes em 2015 passaram a ser atendidos em período parcial. E por quê? Porque há uma demanda muito grande lá no bairro, ficavam alunos sem atendimento.

PN: Mães, pais e os próprios alunos podem ficar tranquilos que a situação está totalmente sobre controle?

Eliana: As pessoas que nos procuraram no período certo foram atendidas. Talvez não da forma como desejássemos, mas foram atendidas. As pessoas que estão procurando agora, no Ensino Fundamental, que é obrigatório, não ficam sem atendimento.

PN: O transporte da Zona Rural para a cidade e vice-versa cresceu esse ano ou manteve o mesmo numero do ano passado. Ou diminuiu?

Eliana: A princípio, o número se mantém, não há um crescimento significativo e nem diminuição. Nós tínhamos aproximadamente 30 rotas quando terminamos 2014. Agora vamos ver se essas rotas serão mantidas ou reformuladas. Há um estudo da Prodem nesse sentido.  Mas esse estudo só se confirmará quando começar a funcionar, quando se souber o número de alunos por rota.

Comentários