Guia Animal no Estado passou a ser eletrônica

O benefício para o produtor é que ele não precisará ir a um escritório da Defesa para emitir uma GTA, evitando deslocamento

 

 

 

Desde a última terça-feira, dia 28, a guia de trânsito animal-GTA não mais será emitida em formulário manual no Estado de São Paulo. Agora, os animais só poderão circular acompanhados da Guia de Trânsito Animal (e-GTA), emitida através do sistema informatizado Gedave da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, vinculado à Coordenadoria de Defesa Agropecuária que é o órgão responsável pela sanidade agropecuária no Estado.

Para utilizar este sistema, o produtor precisa ter o cadastro da propriedade ou estabelecimento rural junto à Defesa. Segundo, José Eduardo Alves de Lima, diretor do Grupo de Defesa Sanitária Animal, para ovinos e caprinos, a emissão de e-GTA estará liberada para o produtor, desde que o destino não seja evento de concentração de animais e para outro Estado, nestes casos a emissão deverá ser feita pelo serviço veterinário oficial.

 

 

Para suídeos, animais aquáticos e animais silvestres a e-GTA deverá ser inicialmente emitida através do médico veterinário habilitado ou pelo serviço veterinário oficial. A Defesa busca em breve liberar para que o produtor emita, ele próprio, a e-GTA para suídeos.

 

 

Para as espécies de aves e equídeos, não será possível o proprietário emitir sua GTA, pois há implicações sanitárias restritivas, neste caso o documento deverá ser emitido pelo médico veterinário habilitado ou pelo serviço oficial.

 

 

 

O benefício para o produtor é que ele não precisará ir a um escritório da Defesa para emitir uma GTA, evitando deslocamento. A qualquer hora e em qualquer lugar um médico veterinário habilitado poderá emitir o documento.

 

 

 

A guia de trânsito animal é o documento necessário para movimentação de animais em todo o território nacional. Para bovinos e bubalinos vem sendo emitida desde dezembro de 2012, quando o sistema Gedave - Gestão de Defesa Animal e Vegetal foi desenvolvido pela Prodesp. Em 2014 foram emitidas 507.728 e-GTAs. 

 A implantação da guia eletrônica visa maior segurança e controle do trânsito de animais pelo serviço oficial; permitirá maior rastreabilidade de animais; melhor controle sanitário do rebanho e mais facilidade para o criador emitir a guia; e no geral o aumento da confiabilidade dos produtos de São Paulo.

 

 

 

A emissão da guia pelo sistema eletrônico é uma ferramenta útil para o produtor que terá mais tranquilidade ao receber os animais adquiridos podendo conferir pelo código de barras, a autenticidade do documento e comparar se a guia que tem em mãos é a mesma emitida em seu nome. O sistema Gedave está disponível no site da defesa (http://www.defesaagropecuaria.sp.gov.br/).

 

 

Outra facilidade é o produtor cadastrar um número de celular ou email para receber uma mensagem SMS ou email a cada vez que uma e-GTA for emitida com o número do seu CPF. Para fazer isso é preciso entrar no sistema, ir até “cadastro de pessoa física”, visualizar os dados e informar um número de celular ou endereço de e-mail e marcar na configuração que aceita essa facilidade.

Comentários