Guarani realiza aula inaugural do Projeto Pescar

Além de integração entre os alunos, o intuito da atividade foi inserir a família no contexto da capacitação   

            Facilitar o acesso de jovens ao primeiro emprego. Este é o objetivo do Projeto Pescar, que realizou nesta quarta-feira, dia 12, a aula inaugural na unidade Cruz Alta da Guarani, em Olímpia. Os 26 alunos do projeto, realizado pela Guarani em parceria com a Fundação Pescar, tiveram a missão de planejar, desenvolver e apresentar um encontro direcionado aos familiares, voluntários e autoridades.

            “É uma experiência nova e muito rica. Não estamos apenas aprendendo eletromecânica. Recebemos conhecimentos que vamos levar para toda a vida”, afirma Pedro Paulo, 17 anos, morador de Olímpia e um dos alunos do curso. “Compartilhar essa experiência com nossos familiares é ótimo.”

            De acordo com Daniela Marques Batista, coordenadora de Qualificação e Acompanhamento do Projeto Pescar, a maior conquista desse trabalho é a transformação na vida dos jovens. “Em apenas um mês de projeto notamos grandes mudanças. Mudanças positivas de comportamento. Os alunos estão mais desinibidos e mais atentos às necessidades do mercado de trabalho”, diz.

            Essa transformação pôde ser verificada durante a aula inaugural. Além das homenagens aos professores do curso, os alunos apresentaram atividades que envolveram música e poesia.  Integrar os alunos e inserir a família no contexto da capacitação foram os objetivos da ação.

            “Este projeto não trabalha apenas na inserção de jovens no mercado de trabalho ou na formação profissional, ele desenvolve conceitos de ética e responsabilidade e forma cidadãos”, afirma Jair Pontes, diretor de Recursos Humanos e Sustentabilidade da Guarani.

            Projeto Pescar

            Nas aulas, os estudantes aprendem técnicas da área de eletromecânica e também são preparados para se portar no ambiente profissional. Estão participando jovens com idade entre 16 e 19 anos que estão cursando ou já concluíram o ensino Médio. O projeto oferece benefícios como bolsa jovem aprendiz, vale alimentação, transporte, alimentação, uniforme e seguro de vida.

            O curso é realizado na unidade Cruz Alta por um período de oito meses e ministradas voluntariamente por colaboradores da Guarani. Cerca de 60 funcionários de todas as áreas da companhia estão envolvidos no projeto.

 

 

 

Comentários