Ferrasa lança mais um parque aquático em Olímpia

Empreendimento formado por parque aquático e um resort em Olímpia terá piscinas com ondas, bares pé na areia e até coqueiros

Imagine uma praia distante 500 quilômetros do litoral. Sim, isso será possível em 2016, no interior do Estado de São Paulo, com as inaugurações do Hot Beach Diversões Aquáticas e do Hot Beach Resort Olímpia. O empreendimento será construído em Olímpia, distante 430 quilômetros da capital, e transformará a cidade na "Riviera do Interior", prometendo impressionar até mesmo os turistas mais experientes, com uma praia dentro da cidade.

“No Hot Beach Diversões Aquáticas, haverá praias com areia, piscinas com ondas e água quente, sombrites em madeira rústica, bares pé na areia e muitos coqueiros. Também vamos impressionar o turista com um rio lento de água quente e natural. Sobre ele, teremos um restaurante rústico com deck, toboáguas kamikases e lojas", descreve Carlos Mauad, renomado arquiteto responsável pelo projeto do parque e do resort. A área total do complexo será superior a 140 mil m² e atenderá com todo conforto e tranquilidade cerca de 60 mil turistas por mês.

O Hot Beach Resort Olímpia será construído em área própria de 20 mil m², com 484 apartamentos de 40 m², projetados com padrão internacional, com duas camas queen size, amplos banheiros e closet. "Os apartamentos foram agrupados para criar uma grande praça no interior da edificação, do tipo Atrium, com pé direito de 40 metros de altura e teto com cúpula translúcida", acrescenta o arquiteto. O resort será implantado nos limites do parque, com passagem direta à praia de piscina com ondas.

O restaurante terá uma praça de cozinha show, bar com estrutura para eventos musicais, lounge bar, centro comercial e piscina com bar aquático, integrada ao lounge e ao deck molhado. As características do projeto apontadas por Mauad credenciam o Hot Beach Resort Olímpia a um novo conceito de arquitetura hoteleira no Brasil.

Segundo dados de um estudo divulgado pela Jones Lang LaSalle Hotels, consultoria imobiliária com foco exclusivo em hotéis e hospitalidade, os resorts no Brasil alcançaram um crescimento significativo do seu desempenho em 2011. A taxa de ocupação cresceu 9% e a receita bruta 25% em 2011 comparado a 2010. O crescimento do desempenho dos resorts está baseado no aumento da participação da classe média na economia brasileira, que trouxe para a indústria do turismo e hotelaria um novo mercado consumidor de lazer. Além do mais, o estudo apontou ainda que 92,9% dos hóspedes dos resorts, em 2011, foram brasileiros, o que reforça a estatística de que os turistas estão viajando mais dentro do País. 

A proposta do Hot Beach Diversões Aquáticas e do Hot Beach Resort Olímpia é apresentar um novo conceito de turismo em resort no Brasil, além de fixar o nome da cidade nos principais roteiros turísticos do País.

 

Impacto econômico

Em um raio aproximado de 700 quilômetros a partir de Olímpia, encontram-se as principais capitais brasileiras: São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Goiânia, Brasília e Campo Grande. Nesta macrorregião, concentra-se uma população estimada de 90 milhões de pessoas, com potencial de consumo que corresponde há 57% do mercado do Brasil, segundo dados do IBGE.

 

A cidade de Olímpia irá se transformar. A metamorfose prevista para acontecer no município até 2016 e que a transformará na "Riviera do Interior", será impulsionada por dois grandes empreendimentos turísticos, um resort e um parque aquático. Juntos, receberão um investimento na ordem de R$ 130 milhões, entre construção e operação do Hot Beach Diversões Aquáticas e do Hot Beach Resort Olímpia.

Segundo o diretor de marketing e gestão do empreendimento, Sérgio Ney Padilha Garcia, as obras irão gerar inicialmente 100 empregos diretos. "Já para a operação das duas estruturas, 350 pessoas serão contratadas para trabalhar no parque e outras 180 serão empregadas no resort", destaca.

Os impactos econômicos para Olímpia não param por aí. "Pelo efeito multiplicador, o Hot Beach Diversões Aquáticas e Hot Beach Resort Olímpia fomentarão na cidade e região a circulação de dinheiro no comércio, com aumento no consumo de alimentos, produtos e serviços. O poder público também se beneficiará, com maior arrecadação de ISS, ICMS e IPI. Igualmente, o setor imobiliário sentirá o reflexo do empreendimento, com aumento da demanda por locações e moradias em todo o entorno de Olímpia ", avalia Garcia.

Para o diretor de Turismo de Olímpia, Paulo Duarte, os cerca de 1 milhão de turistas day use e os que se hospedam na cidade todos anos, serão beneficiados com o aumento da oferta de leitos. "Hoje, Olímpia possui aproximadamente sete mil leitos. Com a construção dos novos resorts e hotéis, a projeção de leitos chegará a aproximadamente 12 mil. Isso só aumentará o nosso movimento anual de visitantes e a visibilidade da cidade", considera.

Duarte destacou também as melhorias previstas para serem implantadas em Olímpia. "Com os novos empreendimentos, a arrecadação municipal tende a subir, pois mais empregos serão gerados e um volume maior de dinheiro circulará no comércio e serviços. Com estes recursos, a Prefeitura de Olímpia irá investir em infraestrutura, novas vias de acesso, tratamento de água e esgoto, saúde e serviços de atendimento ao turista", detalha.

O diretor de Turismo aponta ainda que cerca de dez mil olimpienses - 20% da população - trabalham no ramo de turismo. "Porém, a tendência para os próximos anos é que mais pessoas do município sejam absorvidas pelo setor. Acredito ainda que precisaremos de mão de obra de outras cidades para suprir as necessidades de ocupação demandadas pela indústria do turismo".

 

As primeiras unidades do Hot Beach Resort Olímpia já estão sendo pré-reservadas, mas o lançamento oficial do empreendimento acontece dia 22 de fevereiro, em Olímpia.

 

Saiba mais sobre Olímpia

Localizada sobre o Aquífero Guarani, na região noroeste paulista, Olímpia possui uma população aproximada de 50 mil habitantes, segundo o Censo 2010 do IBGE. A economia da cidade é baseada na agroindústria e comércio.

 

No entanto, o município, que hoje possui dois resorts, 14 hotéis e cerca de 34 pousadas, se destaca no turismo e ganha impulso com a expansão dos negócios voltados ao setor. Há previsão de entrega, até 2016, de mais seis empreendimentos, incluindo o Hot Beach Resort Olímpia. Serão ofertadas quase três mil novas unidades de hospedagem que, somadas às 1.200 já existentes, poderão acolher mais de 480 mil turistas por ano.

 

Olímpia também é referência em cultura popular e ostenta o título de “Capital do Folclore”, tendo no Museu do Folclore um dos mais completos acervos sobre o tema, sendo visitado por estudiosos, pesquisadores e alunos de vários Estados do Brasil.


A cidade realiza anualmente o “Festival Nacional de Folclore”, na Praça de Atividades Folclóricas “Professor José Sant’anna”, o único recinto do gênero, conhecido mundialmente e por onde passam durante o festival mais de 150 mil pessoas.

Comentários