Esposa de “Sapinho” ingere chá abortivo

A jovem estava no quinto mês de gestação

A Polícia Militar foi acionada por funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Olímpia, na sexta-feira, 16, para atender a uma ocorrência de aborto.

A jovem S. S., 26 anos, moradora no CDHU III, amasiada com Evandro de Andrade, vulgo “Sapinho”, preso no último dia 14 acusado de tráfico de drogas deu entrada no hospital com fortes dores abdominais. Ela confessou que ingeriu chá abortivo preparado com ervas e consumiu crack e maconha com o intuito de interromper a gestação, que estava no quinto mês. O aborto se concretizou e a jovem permaneceu internada em observação.

Comentários