Escolas desistem e Carnaval terá três no desfile

‘Sempre Arrasando’ e ‘Gaviões’ estão fora; verba será de R$ 21,6 mil para cada escola

 

O carnaval de rua deste ano, no domingo 19, e na terça-feira, 21, contará com apenas três escolas de samba. Duas agremiações desistiram de participar, por razões distintas. A diretora da “Sempre Arrasando”, do Jardim São José, Lucimara Batista do Nascimento, informou a desistência no dia de receber a verba, na prefeitura.

 

“Agora estamos servindo a Deus”, disse ela, para justificar a desistência. Também ficou de fora, neste ano, a “Gaviões da Verde e Rosa”, do Santa Ifigênia, porque não prestou contas dos R$ 15 mil recebidos no ano passado.

 

Assim, as três escolas restantes - “Samba Sem Compromisso”, do centro, “Vem Comigo”, do Jardim São Francisco, e “Unidos da Cohab”, das Cohabs I e II, receberam no Gabinete do prefeito, esta semana, um cheque no valor de R$ 21.631. Com quatro escolas, a verba seria de R$ R$ 16.223,25. Todas têm prazo para prestação de contas posteriormente à festa.

 

A prefeitura de Olímpia está investindo cerca de R$ 230 mil na festa, incluindo contratação dos shows e decoração na Praça da Matriz. Desse total, R$ 64.893 foram repassados para as escolas.

 

Na ocasião da entrega dos cheques, Lucimara informou a desistência e que havia passado a presidência da agremiação para o vice-presidente, que em 2013 estará de volta aos desfiles. Esse ano os distritos de Ribeiro dos Santos e Baguaçu também terão eventos carnavalescos, com possíveis desfiles de escolas de samba.

 

DESFILE: MUDANÇAS
Já quanto aos desfiles de domingo e terça-feira, o presidente da Comissão Organizadora do Carnaval, Edward Marques da Silva, o Wadão, informou ontem no início da tarde que teve modificações. Agora será mais longo, com 400 metros de extensão. A saída das escolas, agora, será a partir da esquina das ruas David de Oliveira com Dr. Antonio Olímpio, descendo pela David até a Coronel Francisco Nogueira, seguindo por ela até a

Bernardino de Campos, depois subindo a Bernardino até a esquina com a São João, parando em frente o prédio da Secretaria Municipal de Educação, onde haverá a dispersão.

 

As arquibancadas e banheiros químicos foram mantidos, mas o prefeito Geninho (DEM) disse que não haverá camarotes, conforme anunciado pelo secretário municipal Beto Puttini. Diz o prefeito que não quer que as pessoas se sintam “inferiorizadas”.

Comentários