Contraproposta de 5,2% é rejeitada por municipais

Pedido agora é de 11,99% no total, em contraproposta encaminhada ao Executivo; Assembleia está marcada para dia 17

Em Assembleia realizada na noite do dia 26 de fevereiro passado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Olímpia, da qual teriam participado cerca de 130 funcionários, segundo os organizadores, a categoria recusou a contraproposta feita pelo Executivo Municipal, de reajuste sobre o vencimento-base de 5,2% e a junção do Abono Assiduidade e Auxilio Alimentação, com valor único de R$ 160. Foi enviada ao Executivo uma contraproposta e a resposta será debatida em nova Assembleia, marcada para dia 17.

 

O Sindicato pede agora 11,99% na soma dos itens reivindicados. Pela contraproposta do Executivo, além do limite máximo de 5,2%, o Abono Assiduidade e o Auxilio Alimentação, hoje com, valores respectivos de R$ 51,65 e R$ 80, passariam a ser Auxílio Alimentação/Assiduidade, com valor total de R$ 160. Jesus Buzzo, o presidente da entidade, protocolou no dia 27 a contraproposta onde a pedida total fica em 11,99%, abaixo dos 13,25% anteriores. Diz ele que foi decisão de maioria na Assembleia.

A reposição salarial pedida é de 6,41%, ou seja, índice da inflação dos últimos 12 meses, retroativo a 1º de janeiro; reajuste salarial (ganho real) de 2,79% e reposição de perdas salariais de 2,79%. Além disso, reajuste no Auxilio Alimentação em 30%, elevando-o para R$ 104, retroativo a janeiro, e reajuste no Abono Assiduidade “nas mesmas datas e nos mesmos percentuais aplicados aos vencimentos”.

Comentários