Cidade registra quinta morte suspeita por dengue

Familiares alegam negligencia no atendimento; Prefeitura justifica não haver restrição no prontuário médico.

A jovem Larissa

Na última segunda-feira, 13, a quinta morte suspeita por dengue no município de Olímpia foi registrada. A jovem Larissa, de 21 anos, morreu depois de ser diagnosticada com a doença na última sexta-feira, 10. De acordo com o jornal Diário da Região de São José do Rio Preto a Secretaria Municipal de Saúde informou que: a paciente era portadora de uma doença hematológica genética e estava sendo medicada e monitorada por profissionais da saúde.

A morte foi constatada depois de a jovem passar pela Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e ser internada, na tarde deste domingo, 12. "Como os exames apresentaram uma baixa nas plaquetas, a jovem foi medicada, hidratada e encaminhada estável hemodinamicamente para a Santa Casa", afirmou a nota.

Já a família de Larissa denuncia a aplicação de medicação imprópria em caso confirmado de dengue e registrou boletim de ocorrência.

Segundo a Prefeitura, no prontuário médico da paciente não havia restrições para medicamentos. A jovem morreu em consequência de uma parada cardiorrespiratória. "O caso é tratado como morte suspeita por dengue, mas as causas ainda estão sendo investigadas".

Até nesta segunda-feira, 1.667 casos de dengue foram confirmados no município. No total, 2.939 notificações foram registradas neste ano na cidade pelo Grupo de Vigilância Epidemiológica de Barretos. As cinco mortes suspeitas aguardam resultados dos exames laboratoriais.

A reportagem do jornal Planeta News encaminhou e-mail para obter informações sobre quais as medidas tomadas para apurar possíveis causas e a prefeitura informou que: “A Administração Municipal aguarda o laudo do Serviço de Verificação de Óbito (SVO) de Barretos para confirmar a causa da morte e tomar as providências cabíveis. Vale ressaltar que há cinco mortes suspeitas em investigação e o trabalho tem sido monitorado pela secretaria municipal de Saúde”.

Segundo a prefeitura, a contratação de novos agentes está em andamento com o processo seletivo vigente. Enquanto isso, o trabalho dos agentes tem sido reforçado com a realização das visitas casa a casa e nebulização, inclusive aos sábados. Somente este ano, já foram efetuadas quase 20 mil nebulizações e mais de 30 mil visitas em imóveis de todas as regiões da cidade.

 

 

Comentários