Artistas mostram trabalhos no ‘Mapa Cultural’

 Olimpienses participam da fase regional do programa com obras exibidas no fefol

 

Artistas olimpienses premiados no Salão de Artes do 47º Festival de Folclore, realizado em julho passado, foram inscritos na fase regional do “Mapa Cultural Paulista”, da Secretaria de Estado da Cultura, e estão mostrando suas obras em três cidades do Interior.

 

Os artistas que se destacam apresentam seus trabalhos, primeiro no município de origem, depois na região em que está inserido e, ao final, na fase estadual, apresentam-se na capital paulista.

Artes Visuais, Canto Coral, Música Instrumental, Literatura e Vídeo são as expressões artísticas contempladas neste projeto, que juntos revelam o mapeamento cultural de São Paulo.

 

A primeira participação de Olímpia aconteceu sábado passado, 22, em Batatais, em evento de artes visuais. Keli Riguetti e Benedicta Konkowski mostraram suas obras (pintura sobre tela); João Norberto Gianotto e Paulo de Tarso Pereira expuseram fotos; Delfina Marcel levou artesanato e Romeu Tamelini, escultura.

 

Nesta quinta-feira, 27, o músico e escritor Vadão Marques levou sua poesia para a cidade de Pontal, em evento de literatura. Já no dia 9 de novembro, em Franca, será a vez da música instrumental. E quem leva o nome de Olímpia é Gabriel José Paschoal, com violão clássico.

 

PROJETO

O Mapa Cultural Paulista é considerado um dos mais importantes projetos culturais de São Paulo do ponto de vista formativo, informativo e de circulação de artistas do interior do Estado. Nenhum Estado brasileiro possui projeto parecido, podendo tornar-se referência nacional.

 

Criado em 1995, tem o objetivo de fomentar as produções culturais do interior, revelando valores em segmentos que não teriam acesso aos meios de comunicação e com pouca visibilidade no meio cultural.

Comentários