‘Rua da Amargura’, finalmente asfaltada

Obra foi realizada no final de semana no Santa Ifigênia; vereador foi hostilizado

 

Depois de mais de um mês de atraso, com base na última promessa do Poder Público, e de quase mais de oito meses após as chuvas torrenciais de 25 de fevereiro, na manhã de domingo, 23, a Rua Coronel Joaquim Pereira, no Jardim Santa Ifigênia - que chegou a ser “batizada” de “Rua da Amargura”, devido ao sofrimento dos moradores - recebeu os últimos retoques da nova pavimentação asfáltica, com recursos do Ministério das Cidades. Foram investidos ali, R$ 200 mil.

 

A obra vinha sendo protelada pelo Executivo Municipal e bastante reclamada pelos seus moradores. Foram feitas promessas de solução, mas os prazos acertados nunca foram cumpridos. Por último, a promessa do secretário de Obras e Meio Ambiente, Gilberto Tonelli Cunha, era de resolvê-lo até o final de setembro, o que também não cumpriu. E só agora, quase oito meses depois, o problema é resolvido.

 

O vereador Aguinaldo Moreno, o Lelé (DEM), que é morador das imediações, e que dias atrás havia tomado para si a solução do problema, após muito os moradores reclamarem inclusive por emissora de rádio, foi conferir o trabalho e acabou sendo hostilizado pelos moradores presentes, aos gritos de “fora daqui”, “fora daqui”. Um morador disse que ele nunca havia ido lá antes, e que agora estava apenas “fazendo moral (sic)”.

 

A obra tinha que ter sido feita até meados de setembro. “A licitação será feita no dia 1º de setembro, com a abertura dos envelopes. Se correr normalmente, a obra será realizada na primeira quinzena de setembro. São só dois quarteirões, faz em um dia”, garantia o secretário Cunha no final de agosto.

 

A promessa anterior havia sido feita em maio passado, de que tudo se resolveria em dois meses, portanto em julho, o que não aconteceu. Depois, a promessa foi a de resolver o problema a partir de 1º de agosto, o que também não aconteceu. Depois a terceira promessa, a de que o asfalto estaria lá na primeira quinzena de setembro. E ele acabou chegando só agora, quase no final de outubro.

Comentários