Motorista morre em suposto acidente em Altair

Nei Colares de Souza foi encontrado morto dentro de seu carro, que estava acidentado próximo ao pontilhão de entrada daquele município; há suspeita de suicídio

A polícia está tratando como “suposto capotamento” o acidente registrado com um veículo GM Prisma, com placas de São José do Rio Preto, que pode, segundo os investigadores, ter sido intencional. Foi encontrado em seu interior, na madrugada de ontem, quinta-feira, 31, o morador de Altair Nei Colares de Souza, de 35 anos. O caso vem sendo tratado como provável suicídio.

Segundo as primeiras informações, Nei morava no Assentamento de Sem Terras, localizado na vicinal que interliga Altair à Usina Vertente, empresa onde consta que a vítima trabalhava. Segundo ainda o BO, o acidente ocorreu por volta das 2h48 da madrugada de ontem, a 300 metros do pontilhão da rodovia Armando de Salles Oliveira, a SP-322, local que dá acesso à cidade de Altair. Os Bombeiros de Olímpia e a PM de Guaraci encontraram Souza morto dentro do veículo. Havia sinais de enforcamento em seu pescoço, o que aumenta a suspeita de possível suicídio.

Segundo ainda as informações preliminares, a vítima teria deixado uma carta de despedida onde pedia desculpas aos familiares. Outra informação ainda a ser confirmada pela perícia é a de que a vítima teria enrolado o cinto de segurança no pescoço e deixado o carro embalar e na sequencia capotar, ou seja, provocando sua morte de forma intencional.

Mas, nos grupos de amigos da região na rede social WhatsApp muitos discordam dessa tese alegando que Nei Souza “era uma pessoa de bem com a vida”, e que estava tranquilo na quarta-feira em Guaraci, onde foi visto. Consta, também, que tem uma filha. Por essas razões a maioria dos amigos e conhecidos não acredita que Nei tenha tido motivos para se matar e por isso pedem cautela nas afirmações. (Com Olímpia 24 Horas)

Comentários