Governo diz que pintura do Gabinete custou R$ 12,7 mil

Vereador Flávio Olmos havia dito, na Câmara, que o gasto seria de R$ 515 mil, mas secretário de Gabinete informou ter sido equívoco

A prefeitura de Olímpia, por meio da Secretaria Municipal de Governo, encaminhou ofício (nº 179/2017) à redação do Planeta News, esta semana, onde relata o real valor da pintura do prédio do Gabinete do Executivo, na Praça Rui Barbosa, 54, obra que o vereador Flávio Augusto Olmos (DEM) havia dito, em discurso na Câmara, que custara R$ 515 mil. A publicação ipsis literis do que afirmara Olmos, foi feita pelo Planeta News.

O ofício, datado de 6 de novembro e assinado pelo secretário Gustavo Zanette, começa dizendo que “em momento algum o município foi procurado pelo veículo de comunicação para esclarecer sobre a obra”, observando que “a manchete [“Vereador diz que pintura do Gabinete custou R$ 515 mil”] tem o intuito, ‘data venia’, apenas de confundir o leitor, já que a interpretação do parlamentar sobre o contrato mencionado também foi equivocada e difundida de forma sensacionalista”.

“Conforme observamos - prossegue o ofício – é de simples compreensão, bastando a mera leitura do contrato fornecido e do ofício que o encaminhou que o mesmo é anual e não para a simples pintura de um prédio público. Assim, para que não reste qualquer dúvida, esclarecemos que o valor de R$ 515 mil se refere, conforme já dito, ao contrato anual que a prefeitura tem com a Prodem, sendo que essa reforma custou R$ 12.710,20, entre mão-de-obra e materiais, valor infinitamente menor do que está sendo divulgado e compartilhado erroneamente”.

Foram encaminhadas em anexo cópias de notas fiscais de compra de material e do orçamento detalhado de serviços elaborado pela Progresso e Desenvolvimento Municipal-Prodem, com a relação de equipamentos e serviços a executar, no total de R$ 9.105,20, documento assinado pelo diretor de Obras e Engenharia da empresa, Bruno Freu Garcia. O restante dos valores refere-se a materiais adquiridos da empresa Manfrin, Casseb Cia. Ltda., de Olímpia, no total de R$ 3.605.

NÃO LEU ATÉ O FIM
Porém, ao que tudo indica, o secretário ou sua assessoria, não leu o texto publicado pelo jornal em sua edição do dia 27 de outubro passado, até o final. Senão, veria que o último parágrafo da matéria traz o seguinte fechamento:

“Neste documento afirma-se que o valor do contrato global é de R$ 515.556,20, para uma dispensa de licitação de número 18/2017. O vereador disse que ainda irá apurar os detalhes deste contrato, mas tudo indica que trata-se de um contrato para realização também de outros serviços de pintura, reforma e manutenção de prédios públicos, uma vez que tem validade por 12 meses.”

Comentários