Cunha diz já ter R$ 5,5 milhões para retomar ETE

‘Vale ressaltar que, quando anunciada em 2013, a obra já estava atrasada no cronograma, a previsão era de 30 meses, ou seja, dois anos e meio para a conclusão’, diz a nota

Prefeito Fernando Cunha e vice Fábio Martinez

Em nota encaminhada à redação do Planeta News, em resposta a questionário entregue por e-mail à assessoria de imprensa, a Prefeitura da Estância Turística de Olímpia esclarece que as obras da ETE “são de responsabilidade integral do Estado e estão paralisadas desde o ano passado por falta de recursos do Governo Estadual”. Diz ainda que “o Estado, por sua vez, alega que as obras foram interrompidas devido a uma mudança no traçado do emissário de esgoto, proposta pela gestão anterior”.

“Vale ressaltar que, quando anunciada em 2013, a obra já estava atrasada no cronograma, mas na oportunidade a previsão era de 30 meses, ou seja, dois anos e meio, para a conclusão”, prossegue.

“A Administração acrescenta ainda que, antes mesmo de assumir o mandato, o prefeito Fernando Cunha esteve com o secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga, além de ter se reunido com o secretário de Meio Ambiente, Ricardo Salles, e o superintendente do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), Ricardo Borsari, para pedir a retomada das obras que são prioridade do município”.

Segundo a nota do prefeito, “o Estado anunciou que já está disponível um recurso de R$ 5,5 milhões para retomada da ETE, mas aguarda o aditivo junto à empresa responsável pela execução”.

Comentários