Câmara tem menor gasto com pessoal entre 10 cidades

Além disso, a Casa de Leis olimpiense é a segunda em menor despesa per capita entre estas mesmas dez cidades da macrorregião

Presidente da Câmara Municipal de Olímpia, Luiz Gustavo Pimenta (PSDB)

De acordo com dados fornecidos esta semana pelo presidente da Câmara Municipal de Olímpia, Luiz Gustavo Pimenta (PSDB), a Casa de Leis olimpiense desfruta de excelentes colocações no ranking do índice de gastos com Pessoal, liderando no quesito menor despesa entre dez cidades da macrorregião, e ocupando a segunda colocação no ranking da despesa per capta com Pessoal entre estes mesmo dez municípios, incluindo São José do Rio Preto, cidade com mais de sete vezes mais habitantes que a Capital Nacional do Folclore.

No quesito despesa per capta com Pessoal, a Câmara de Olímpia é a segunda em economia, de acordo com a relação de cidades fornecidas pela presidência. A despesa com pessoal atingiu a casa do R$ 1.881.466,73, ou seja, custo per capta de R$ 35,04, contra a primeira colocada, Taquaritinga que, com seu R$ 1.867.686,74, tem custo per capta de R$ 32,90, ou seja, 6,5% menor.

Outras cidades do porte de Olímpia pesquisadas, exemplos Mirassol, gasta mais de R$ 2 milhões, ou 35,36%, Ibitinga, gasta mais de R$ 2,4 milhões, ou R$ 41,72 per capta e Jaboticabal, com pouco mais de 20 mil habitantes acima de Olímpia, que gasta quase R$ 6 milhões –R$ 5,885 milhões, ou R$ 77,24 per capta. Outro exemplo gritante é Barretos, que com seus quase 120 mil habitantes, gasta com pessoal mais de R$ 7,1 milhões, ou per capta de R$ 59,53.

São José do Rio Preto, o maior município em população entre os dez pesquisados, tem gasto proporcional que o coloca na quarta posição, com per capta de R$ 39,01, ou mais de R$ 17,42 milhões gastos com pessoal. A média do per capta entre os dez municípios é de R$ 47,31.

No ranking do gasto total com pessoal, a Câmara de Olímpia sobe para primeira colocada entre os dez municípios listados, com índice correspondente ao total da despesa –R$ 1.881.466,73, de 1%. Menor que outros nove municípios relacionados. A média de gastos com pessoal entre eles fica em 1,70%.

Comentários