AACD terá repasse garantido de Olímpia, segundo Niquinha

Cerca de 30 pessoas com deficiência são atendidas pela entidade, em São José do Rio Preto; município havia paralisado os pagamentos, que voltam a ser feitos agora, regularmente

Prefeito Fernando Cunha e vereador Niquinha

A partir deste mês a prefeitura municipal da Estância Turística de Olímpia voltará a honrar convênio mantido até 2016 com a Associação de Assistência à Criança Deficiente-AACD, de São José do Rio Preto. Atendendo a reclamações de cerca de 30 mães de crianças que são atendidas por aquela entidade, o vereador Antonio Delomodarme, o Niquinha (PTdoB) encaminhou ao prefeito Fernando Cunha (PR) uma Indicação onde solicita que esta pendência seja resolvida.

De acordo com ele, a solicitação teve boa acolhida do Executivo e a situação se normalizará. “Esta é uma de nossas preocupações, contribuir para o bem estar da população de nossa cidade, assim como de todas as entidades que prestam serviço e atendem à população olimpiense”, disse o vereador, quando questionado que medidas havia tomado.

Ele disse que tomou conhecimento que a AACD, de São José do Rio Preto, possuí um convênio com o município, por meio da Prefeitura Municipal, para atender os olimpienses que necessitam de seus serviços. E que a referida entidade atende, hoje, mais de 30 pessoas deficientes locais. Mas a diretoria havia anunciado que os portadores de necessidades especiais de Olímpia iriam ter o atendimento suspenso caso o município não continuasse repassando os recursos.

Assim, por meio de uma Indicação ao prefeito, pediu que fosse determinado ao setor competente, ações e gestões no sentido de continuar o repasse à AACD.

PROBLEMAS
Esse valor a ser despendido à entidade, vem no momento certo, porque a AACD teve reduzido o repasse que a prefeitura rio-pretense faz, que sofreu um corte de R$ 58 mil. A Secretaria Municipal de Saúde daquela cidade anunciou que vai reduzir a ajuda mensal de R$ 100 mil para R$ 42 mil. Em novembro, aquela prefeitura também ameaçou reduzir o repasse, mas voltou atrás.

A despesa mensal da AACD é de R$ 140 mil por mês. A entidade se mantém com repasses feitos também por outros municípios e com a realização de eventos. A Prefeitura de Olímpia, por exemplo, agora tem garantido o repasse de R$ 3 mil por mês. De acordo com a associação, por mês são realizados 1.050 atendimentos especializados de pessoas que moram em Rio Preto. A AACD possui 28 funcionários - entre fisioterapeutas, médicos e de cargos administrativos. De Olímpia, como já se disse, são cerca de 30 pacientes.

Comentários